Tuesday, May 5, 2009

As jóias da evolução

Em Janeiro deste ano, a revista Nature dedicou uma matéria às 15 jóias da evolução: 15 trabalhos publicados nesta revista na última década sobre importantes descobertas em paleontologia, genética de populações e biologia molecular.

Interessante notar, assim como fez Martin Brazeau em seu blog, que a maior parte das “jóias” paleontológicas acompanham dados moleculares. Este casamento improvável entre paleontologia e genética é uma tendência em ascensão nos últimos anos e é o eixo central da pesquisa feita no laboratório onde trabalho.

A interação entre paleontologia, anatomia, embriologia e biologia molecular é a chave para entender como genes modificaram a anatomia ao longo da evolução. A Interseção entre estes campos da ciência dependia principalmente da nossa capacidade de entender o código genético e de modificá-lo durante o desenvolvimento. Hoje, nossa modesta compreensão sobre regulação gênica e embriologia já permite incríveis descobertas, imagine o que o futuro nos reserva.

Por estas razões, acredito que o momento em que vivemos é ímpar; quanta exultação sentiria Charles Darwin ao sentar-se em uma cafeteria para ler sobre as 15 jóias da evolução?

1 comment:

  1. O artigo das "15 joias" foi traduzido para o português, e se encontra na rede social Evolucionismo:

    http://evolucionismo.ning.com/profiles/blogs/15-joias-da-evolucao

    Seria um prazer tê-lo na rede conosco, Igor.
    Um abraço.

    ReplyDelete